Brasil e seus impostos

Você sabe qual o valor do produto comprado que corresponde ao seu custo real? O valor cobrado pelos produtos ou serviços comercializados é calculado de acordo com direitos tributários, porém essa porcentagem atinge níveis muito altos quando comparados com outras potências mundiais.

Segundo pesquisa feita pela rede de consultoria UHY, o Brasil lidera o ranking entre outros 22 países, nos índices mais elevados de tributos sobre 16 itens de consumo. Nesta lista, figuram produtos como o iPad, onde 42% do seu valor, corresponde aos impostos. Essa taxa corresponde a aproximadamente três vezes a média mundial. Pode-se citar como exemplo, o lançamento do iPad 4 que nos Estados Unidos não houve reajuste de preço de acordo com a versão anterior, mas que no Brasil o novo modelo chega a custar 200 reais mais caro. Após o Brasil, os países que com maior percentual incidido nessa categoria é a Alemanha e a Romênia.

Além do tablet, o fornecimento de energia elétrica (27,3%) e o serviço de restaurantes (27,2%) são os mais caros, respectivamente. Outros itens vencedores de maior tributação foram as roupas infantis, chocolates, jornais, vinhos, cinemas e pães. Ou seja, produtos e serviços que consumimos com frequência no dia-a-dia, são uns dos que mais possuem custos elevados.

Depois do Brasil, a Índia foi o segundo país com maiores índices. Aqui, a discussão sobre as taxas e impostos é bastante complexa. A cada ano, os preços aumentam e as porcentagens ganham peso sobre a economia do país, já que alguns itens possuem até quatro diferentes taxas que acabam caindo sobre o bolso dos brasileiros.

L99

Um site de variedades.

  • Página de exemplo
  • Enviar sua Postagem
  • Política de Privacidade
  • Termos de uso
  • Atividade
  • Membros
  • Registro
  • Ativação
Este é um site do grupo B20
Pular para a barra de ferramentas