E o tal Nintendo 3DS?

Já passou algum tempo desde o lançamento do 3DS no Japão e EUA. O portátil foi a grande sensação dos últimos meses, todo mundo estava curioso para saber como ele funciona, quais as características e como os jogos vão se comportar. Aqui no Brasil ele ainda não foi lançado oficialmente e apesar das grandes esperanças de seu lançamento ainda para esse ano, já que ele tem menus em português, ninguém confirma ou desmente se de fato ele será lançado no Brasil em algum momento. Dessa forma, nos resta apelas para as lojas que trabalham com games importantes e conferir, com os próprios olhos se o portátil é ou não, realmente revolucionário.

Depois de garimpar por algumas lojas, eu consegui jogar um pouco do 3DS e posso tirar as primeiras impressões. O primeiro ponto, logo quando você pega o portátil na mão é perceber que ele é muito parecido com os DS anteriores, só que mais bonito. Ele perde um pouco aquela característica de brinquedo e se aproxima mais daquele estilo de gadgets, como o PSP ou mesmo o ipod. Mais do que seguir uma tendência, seguir esse caminho demonstra que a Nintendo não quer que o 3DS seja tratado como algo para crianças, mas sim, para todas as idades.

Sobre o controle, botões e ergonomia, não tem muita diferença também com relação ao DS. O grande diferencial fica mesmo com a alavanca analógica, antes tarde do que nunca.  Essa alavanca é bem fácil de usar e mais confortável do que a alavanca do PSP por exemplo. O local onde ele foi posto também da a dica de que essa alavanca terá mais destaque nos jogos do que o direcional.

Mas, quem quer um 3DS ta interessado mesmo em saber sobre o seu 3D, afinal funciona mesmo? A resposta pode não agradar todo mundo. O 3D funciona sim, talvez não tão bem quando gostaríamos, mas funciona. Nos jogos que joguei, notei que a sua utilização é discreta, sem grandes efeitos pirotécnicos pulando na sua cara, é algo mais haver com uma imersão, como por exemplo no filme Avatar. Na verdade, uma boa analogia com o 3D do 3DS seria com um aquário, não é que as coisas saem da tela, mas parece que existe algo mais fundo do que a primeira camada da tela, como se você tivesse vendo um aquário de lado. Isso talvez seja um pouco decepcionante para quem imaginava um uso mais surpreendente do 3D. Outro problema sério desse 3D é se acostumar com ele. E sim, quem usa óculos, terá dificuldades em focar a visão. Eu uso óculos, mas tenho menos de 1 grau de astigmatismo, ou seja, posso ver relativamente bem sem os óculos, então eu pude jogar um pouco sem eles e ai sim deu para apreciar os seus efeitos 3D. Porem, não sei se foi pelo fato de eu estar sem óculos, não consegui jogar por mais de 10 minutos seguidos sem a vista doer. Outro problema é que você sempre tem que estar focado na tela, se por algum motivo, você tirar os olhos dela, a imagem vai embaçar e você terá que se concentrar novamente para focar a vista.

Deixando de lado um pouco o 3D e focando nos gráficos propriamente dito, o portátil lembra um pouco os gráficos do Game Cube, ou talvez alguns jogos do Wii. Não é algo que chama muito a atenção, vemos coisas talvez até melhor no ipod ou iphone. Mas esses gráficos cumprem bem o seu papel, os jogos são muito coloridos e quem curti gráficos incríveis, costuma mesmo é jogar PS3.

O grande calcanhar de Aquiles do 3DS sem dúvidas é mesmo a pouca oferta de jogos.  Tirando o Super Street Fighter IV 3D Edition, mais nada me impulsiona a comprar o portátil. Ainda estamos esperando “O Jogo” surgir. Ta certo que Star Fox e Ocarina of Time já são motivos suficientes para comprar, mas, cadê eles? A previsão é só para o segundo semestre. E depois? Onde estão os jogos bons e exclusivos? Caso a Nintendo não pense muito bem nessa questão, é provável que o 3DS não conquista o sucesso esperado. E os primeiros sinais disso já apareceram, o portátil da Nintendo já não está mais em primeiro lugar em vendas no Japão, perdendo para o PSP, que é bem mais velho. Só espero que a Nintendo não acorde tarde demais e que o 3DS não cometa os mesmo erros do Game Cube.

L99

Um site de variedades.

  • Página de exemplo
  • Enviar sua Postagem
  • Política de Privacidade
  • Termos de uso
  • Atividade
  • Membros
  • Registro
  • Ativação
Este é um site do grupo B20
Pular para a barra de ferramentas