Em que casos é preciso fazer fisioterapia respiratória?

A fisioterapia respiratória é uma intervenção clínica que se utilizam estratégias, meios e técnicas de avaliação e tratamentos não invasivos, que têm como principal objetivo a otimização do transporte de oxigênio no organismo de uma pessoa.

Ela contribui para prevenir, reverter ou minimizar disfunções desse nível, promovendo a máxima funcionalidade do sistema respiratório e melhorando a qualidade de vida das pessoas.

As principais complicações tratadas com fisioterapia respiratória podem ser divididas em duas categorias. De um lado, temos as chamadas “obstrutivas”, como asma, bronquite, efisema pulmonar e bronquiectasia. Existem também as doenças “restritivas”, tais como fibrose cística, sarcoidose, pneumotórax, derrame pleural, escoliose.

A intervenção do fisioterapeuta em quem possui disfunção cárdio-respiratória ou apresenta risco de desenvolvê-la baseia-se em exame, tratamento e avaliação dos resultados.

Respirações inadequadas

A maioria dos pacientes com problemas respiratórios adotam um tipo de respiração inadequada.

  • Na rinite/sinusite, geralmente é realizada pela boca devido à obstrução constante do nariz.
  • Na bronquite/asma, é utilizada a musculatura acessória e não os músculos principais, devido à obstrução dos brônquios.

A fisioterapia visa, portanto, orientar o paciente sobre a maneira mais correta de respirar explorando a musculatura e a posição mais correta para isso. Com o uso regular e bem orientado dessas medidas, é possível obter excelentes resultados, com melhora dos sintomas e espaçamento do intervalo das crises, proporcionando uma grande recuperação no estado geral do paciente.

Durante o tratamento, o médico busca conscientizar o paciente sobre sua doença, prevenção, e tratamento. Depois disso, luta para prevenir o acúmulo de secreções e promover a desobstrução das vias respiratórias. Os exercícios aplicados buscam melhorar a resistência à fadiga. É aplicada também uma orientação sobre inalação, lavagens nasais, o uso de bombinhas e exercícios para serem realizados em casa, é nesse ponto que entram o exercitadores respiratórios, como o Shaker e o Respiron, ambos fabricados pela NCS do Brasil.

O paciente precisa, então, realizar exercícios coordenados com a respiração, proporcionando alongamento e fortalecimento muscular e promover a correção das alterações estruturais e defeitos posturais.

L99

Um site de variedades.

  • Página de exemplo
  • Enviar sua Postagem
  • Política de Privacidade
  • Termos de uso
  • Atividade
  • Membros
  • Registro
  • Ativação
Este é um site do grupo B20
Pular para a barra de ferramentas