Operações de empresas japonesas são suspendidas na China

– 17:45

Devido à uma disputa corrente por algumas ilhas, algumas operações de marcas japonesas como a Canon, foram suspendidas temporariamente em território chinês. A produção de câmeras, fotocopiadoras e impressoras de três de suas quatro principais fábricas na China foram suspendidas como medida de segurança. A preocupação com ataques de manifestantes do país contra o Japão é constante.

A suspensão da produção tem como objetivo garantir a segurança dos funcionários da empresa, afirma a Canon. Até então, nada foi relatado em relação a danos ou qualquer outro tipo de ataque, porém a medida é preventiva e será mantida até que uma situação segura se estabeleça. As câmeras Canon são tradicionais e obtém grande parte do mercado chinês. Outra empresa que optou pela suspensão de suas atividades foi a Panasonic. A empresa também suspendeu as operações em sua fábrica na cidade chinesa de Qingdao. Suas instalações foram danificadas por manifestantes chineses e a empresa optou suspender as atividades como medida de segurança para os funcionários. As janelas quebradas, equipamentos danificados e um princípio de incêndio fizeram parte dos ataques que rondaram a fábrica da Panasonic nas últimas semanas. A empresa ainda avalia o tempo que levará até que volte à ativa.

A preocupação é crescente por parte do governo do Japão e atinge à todas empresas japonesas diante aos protestos chineses sobre as ilhas em disputa. A disputa pelas ilhas que ficam no Mar da China Oriental está rendendo cada vez mais revolta dos manifestantes que já danificaram restaurantes e fábricas em uma área industrial.

L99

Um site de variedades.

  • Página de exemplo
  • Enviar sua Postagem
  • Política de Privacidade
  • Termos de uso
  • Atividade
  • Membros
  • Registro
  • Ativação
Este é um site do grupo B20
Pular para a barra de ferramentas