Pedro Bial, o poeta dos realities shows brasileiros.

Pedro Bial, nascido em 1958 na cidade do Rio de Janeiro, graduou-se em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e desde 1981 atua na Rede Globo, tendo passado pelo Jornal Hoje e Globo Repórter, além de ter sido correspondente internacional da emissora e ter noticiado fatos importantes como a queda do Muro de Berlim, o fim da antiga União Soviética e a Guerra do Golfo.

A partir de 1996, Bial passou a apresentar o programa dominical Fantástico, onde ficou até o ano de 2007. Possivelmente o posto que mais lhe concedeu fama foi o de apresentador do programa Big Brother Brasil, o qual assumiu no ano de 2002 e está desde então. Como também é escritor e poeta, Pedro Bial se utiliza das suas falas no BBB nos momentos de eliminação dos candidatos para trazer textos culturais e mais poesia nos seus discursos.

O programa, de origem holandesa, se baseia no livro 1984 de George Orwell, onde um país que vive em ditadura possui um mecanismo de controle do que os cidadãos conversam e fazem por meio de uma tela instalada em todas as casas. No livro, o “Grande Irmão” exerce um papel semelhante ao do apresentador Pedro Bial, aconselhando e instruindo psicologicamente os participantes.

Existem rumores de que o apresentador já estaria com a sua imagem desgastada, havendo interesse por parte da Rede Globo e substituí-lo provavelmente pelo apresentador Tiago Leifert, que fez tanto sucesso com o programa Central da Copa e no Globo Esporte de São Paulo. No entanto, não houve confirmação por nenhum das partes.

L99

Um site de variedades.

  • Página de exemplo
  • Enviar sua Postagem
  • Política de Privacidade
  • Termos de uso
  • Atividade
  • Membros
  • Registro
  • Ativação
Este é um site do grupo B20
Pular para a barra de ferramentas