Tudo Sobre as Eleições do Rio de Janeiro

A época de campanhas eleitorais começou. Enquanto isso, as emissoras de TV já falam ou se preparam para falar tudo sobre os candidatos, promovem debates, tudo para que o eleitor tenha consciência na hora de dar o seu voto, assunto que tem sido bastante discutido. A Band transmitiu dia 2 de agosto, o 1º debate transmitido pela TV entre os candidatos à prefeitura em 21 cidades brasileiras.

No Rio de Janeiro, o debate aconteceu entre os candidatos Eduardo Paes, Marcelo Freixo, Otávio Leite, Rodrigo Maia e Aspásia. A programação teve um índice de audiência extremamente baixo, registrando m ponto apenas, com pico de três pontos, segundo dados prévios. Os dados baixos talvez sejam devido ao fato do debate ter competido alguns minutos com a novela da Globo, Avenida Brasil, e também, ainda faltam 2 meses para as eleições. Além disso, os programas eleitorais ainda nem começaram.

Temas discutidos no debate

Durante o debate, o tema que mais foi discutido foi a gestão de Eduardo Paes, atual prefeito do Rio. Alguns candidatos criticaram as falhas e expuseram alternativas. Enquanto isso, Paes exaltava os seus feitos no cargo e sua aliança com o governador Sérgio Cabral, que está sendo cada vez mais afetado pelas denúncias contra a empreiteira Delta. Aspásia, do PV, estava mais conciliadora, e mostrou diversas vezes afinidade com o governo.

O primeiro ataque contra Paes partiu de Rodrigo Maia, do Democratas. Quando Paes afirmou que reorganizou os ambulantes, Rodrigo Maia retrucou dizendo que os camelôs foram, na verdade, perseguidos. Também criticou a falta de fiscalização nas empresas de ônibus. No segundo bloco do debate, o clima tornou-se um pouco mais difícil, pois os candidatos fizeram perguntas entre si. Freixo, do PSol, criticou duramente a atuação da administração municipal, quando perguntado por Rodrigo Maia sobre as milícias. Freixo alfinetou Paes, dizendo que “a milícia ajudou a eleger muitos prefeitos“.

Após isso, houveram muitas críticas, principalmente sobre o metrô. Aspásia elogiou a Central de Tratamento de Resíduos de Seropédica, e exaltou a “parceria feliz” com a prefeitura para implantação da legislação ambiental.

Rodrigo Maia declarou que se eleito, valorizaria o servidor público, após criticar a saúde no Rio, que segundo ele, foi privatizada. Otavio Leite atacou questionando sobre a demolição do Elevado da Perimetral, classificando como uma ideia absurda e inconsistente.

Entre os assuntos mais discutidos, estão os grandes gastos em publicidade do governo atual. Paes criticou diversas vezes os governos anteriores, e prometeu que expandiria o bilhete eletrônico para o transporte alternativo, aproveitando para exaltar a criação do Bilhete Único.

L99

Um site de variedades.

  • Página de exemplo
  • Enviar sua Postagem
  • Política de Privacidade
  • Termos de uso
  • Atividade
  • Membros
  • Registro
  • Ativação
Este é um site do grupo B20
Pular para a barra de ferramentas